Emoção de Abad, Léo carregado e união reforçada: os bastidores da festa do Flu

A cena dos jogadores se atirando no gramado, após o apito final, foi apenas o primeiro reflexo do desgaste do confronto com a LDU na altitude de 2.850 metros de Quito. No vestiário do Casa Blanca, a continuação: atletas com batimentos cardíacos acelerados, sofrendo de intensas dores de cabeça e recorrendo ao cilindro de ar.

Léo foi um dos que mais sofreu. Ficou bom tempo sentando respirando oxigênio. Precisou ser carregado para formar a roda da oração. Antes dela, o presidente Pedro Abad, ao agradecer pela classificação às quartas de final da Sul-Americana, chorou ao lembrar das derrotas para a LDU.

– Ali não era o presidente, era um torcedor. O que estava na arquibancada nas duas finais que perdemos. Agora, com um time de meninos, de gente muito nova e muito criticado, passamos. Da mesma forma que a gente ganhou do Vasco pela primeira vez no Maracanã novo, eliminamos a LDU. Na altitude. Não tem como não se emocionar – detalhou o dirigente.

Nos 90 minutos do 2 a 1 adverso, dez jogadores formados em Xerém foram utilizados por Abel Braga – Nogueira, Frazan, Léo, Douglas, Wendel, Gustavo Scarpa, Wellington Silva, Peu, Marlon Freitas e Pedro. Claro que havia a necessidade dado os desfalques, mas foi com decisiva participação de Xerém que a sina contra a LDU acabou.

– Estava engasgado, né? Os caras fizeram 2 a 0, mas a gente conseguiu marcar no final e passar de fase. O presidente foi torcedor, contou a experiência dele. entendemos e comemoramos muito – contou Douglas.

No Rio, Henrique, Henrique Dourado, Renato Chaves e Richard se reuniram para ver o jogo. Postaram no Instagram a vibração. Um exemplo de, na opinião de Abad, união do grupo:

– A camisa do Fluminense é grande demais para se dizer que o time é incapaz de ganhar um título. O jogo de hoje provou. Fluminense é assim: um sofrimento por dia. E, quando vem a recompensa, tem de curtir. Me emocionei mesmo e os jogadores compraram a ideia. A união está reforçada.

Na próxima fase, o Fluminense enfrentará o Flamengo. Antes, porém, no domingo, tem o Palmeiras pelo Brasileirão.

Fonte: GE