PM reforça segurança no Carnaval

Na última semana a Polícia Militar (PM) lançou a Operação Carnaval no auditório do Quartel do Comando-Geral da Polícia Militar de Rondônia, a fim de promover a ordem e a tranquilidade durante a festividade, entre os dias 2 e 17 de fevereiro, em Porto Velho e região.

Com uma apresentação ministrada pelo coordenador regional de policiamento I, coronel PM Alexandre Almeida, ficou claro que a operação consistirá no emprego do efetivo administrativo e operacional de todas as Unidades da PM, com o objetivo de intensificar as ações já existentes de policiamento ostensivo, de caráter preventivo e repressivo, nos municípios rondonienses, os quais promoverão tal festividade formal ou informalmente.

No entanto, as localidades que possuem uma tradição festiva e um maior número de aglomeração de pessoas receberão um efetivo adicional, para melhor atender a sua demanda. A finalidade é coibir delitos praticados por infratores, visando assim, proteger o patrimônio, garantir a segurança, o bem-estar e a tranquilidade social, seja nos locais do evento ou mesmo nas áreas residenciais e comerciais.

Dentre as ações policiais a serem realizadas estão o policiamento ostensivo a pé e motorizado durante a folia, a realização de blitz e a abordagem pessoal e veicular nos perímetros urbanos e rurais. Além da já citada intensificação da presença policial militar, transmitindo à população um aumento de segurança e a redução nos índices de ocorrências.

O comandante-geral da Polícia Militar de Rondônia (PM-RO), coronel Ênedy Araújo, ressaltou a importância do policiamento extraordinário para uma das maiores festas populares do País. “Estamos empregando um efetivo de 1,5 mil policiais na capital durante toda a data festiva, com atenção especial às localidades com maior conglomeração de pessoas e que confirmaram oficialmente a realização do evento, o que para muitos ainda é incerto”, declarou.

Segundo o coronel PM Almeida, o cronograma de atividades inclue policiais dos 1º e 5º Batalhões, o que daria cobertura a todos nas festividades. “Os municípios de Candeias e Itapuã do Oeste e o distrito de Triunfo ainda não confirmaram nenhuma festa. Por isso, ainda não podemos confirmar nenhuma ação específica nesses locais. Havendo confirmação, nós iremos deslocar reforços”, afirmou o coronel.

Neste ano, além das viaturas, serão utilizados oito coletivos que prometem auxiliar no deslocamento e monitoramento policial para tornar o serviço mais eficiente. As medidas de segurança contemplam ainda a utilização do patrulhamento tático móvel que envolve radiopatrulhamento nas imediações dos blocos, além da utilização de câmeras móveis em coletivos da PM, que permitirão o videomonitoramento dos locais. “Com isso, a Polícia Militar espera diminuir o número de ocorrências registradas no mesmo período de 2017”, esclarece o coordenador.

Ainda conforme a coordenador Regional de Policiamento I, a presença da Polícia Militar será conforme o tamanho dos blocos. “Ações carnavalescas como a Banda do Vai Quem Quer e o Bloco Jatuarana Sul contarão com um maior reforço, tendo em vista, a espera de um grande número de participantes”, disse.

Em 2017, foram pelo menos 41 prisões por embriaguez ao volante, um homicídio, entre outras ocorrências de roubos e furtos à pessoa, porte de armas e tráfico de entorpecentes.

Segundo o coronel Almeida, os policiais militares empregados não estarão sozinhos na busca da tranquilidade e da qualidade do serviço prestado à população, pois como sempre, poderão contar com as parcerias da Polícia Federal (PF) e Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Civil, Poder Judiciário, Ministério Público, Corpo de Bombeiros, Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran/RO), Agentes Municipais de Trânsito, Prefeituras Municipais, Conselho Tutelar, dentre outros.

Fonte: Diário da Amazônia, Com informações da PM-RO